Sindicato fala sobre o assassinato do jornalista Evany José Metzker

Aa
$.-
STANILAW CALANDRELI II 22/05/2015 - 08:24 Enviado por stanilaw Calandreli II O corpo do jornalista e blogueiro Evany José Metzker, 67, foi encontrado decapitado nesta segunda-feira (18) em uma estrada da zona rural de Padre Paraíso, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. Metzker investigava um círculo de exploração sexual de menores na região, conforme reportado. Evany José Metzker Na tarde desta quarta-feira, o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais, Kerison Lopes, concedeu entrevista coletiva sobre o assassinato do jornalista Evany José Metzker, ocorrida em Padre Paraíso, cidade do Vale do Jequitinhonha. Durante a conversa com os jornalistas, Kerison Lopes destacou que o governo de Minas Gerais, em atendimento à solicitação do Sindicato, enviou uma força-tarefa para a cidade onde o crime aconteceu para ajudar e intensificar as investigações. Também ficou definido, após articulação com o secretário de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, Nilmário Miranda, e o deputado estadual Jean Freire, membro da Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa, a realização de audiência pública na próxima segunda-feira (25/05) em Medina, cidade onde José Metzker residia. O presidente do Sindicato dos Jornalistas também lembrou que a experiência tem demonstrado que, quase sempre, há o envolvimento do poder local nesse tipo de crime. Por isso, citou o projeto de lei do deputado federal Vicentinho, que propõe a participação da Polícia Federal na investigação de crimes contra a atividade jornalística. De acordo com Kerison, esse seria um importante instrumento para investigar com mais isenção e punir todos os envolvidos. O caso de José Metzker é semelhante ao dos assassinatos do jornalista Rodrigo Neto e do repórter fotográfico Walgney Carvalho, ocorrido em 2013, na cidade de Ipatinga.  

Compartilhar

0